Mundial de Futebol

Portugal acolhe troféu mais desejado no mundo, mas por poucas horas

Portugal acolhe troféu mais desejado no mundo, mas por poucas horas
Troféu de campeão do mundo de futebol aterrou, esta quinta-feira, em Lisboa.

O cobiçado troféu de campeão do mundo de futebol chegou, esta quinta-feira, a Portugal, mas sem a expetável festa popular de conquista, tratando-se apenas de uma escala da digressão internacional que promove o torneio no Qatar 2022.

O antigo futebolista Gilberto Silva, agora com 45 anos, exibiu e reergueu o “Santo Graal” do desporto-rei, que ajudou o Brasil a vencer, no Mundial Coreia do Sul/Japão 2002, em plena placa do Aeródromo de Trânsito n.1 de Figo Maduro, Lisboa.

“É sempre uma emoção muito grande tocar na taça”, descreveu, acrescentando que lhe traz “muitas lembranças boas da conquista de uma vida”, após a banda filarmónica da Força Aérea ter interpretado o tema “It’s a Kind of Magic”, celebrizado pelos britânicos Queen.

O troféu aterrou na capital portuguesa, oriundo da Tunísia, por volta das 10:00, a bordo de um Airbus A320 especialmente decorado para o efeito, e vai rumar a Espanha pela madrugada de sexta-feira.

Segundo a organização, a cargo de um dos patrocinadores da prova, a “joia” já passou por 19 dos 51 países e territórios previstos, tendo começado em 19 agosto a atual visita aos 32 países que vão participar no evento do Médio Oriente, que se disputa entre 20 de novembro e 18 de dezembro.

“Quem sabe se teremos um Brasil-Portugal. Seria maravilhoso porque são duas grandes seleções, que têm grandes jogadores. Já enfrentei Portugal algumas vezes e sei o quanto é difícil. Se isso acontecer, vai ser muito difícil para o Brasil. Acredito que também para Portugal, mas um belíssimo jogo para todos nós, amantes do futebol”, disse Gilberto Silva.

Portugal e Brasil podem vir a cruzar-se no Qatar 2022, caso ultrapassem a fase de grupos, na qual a seleção das quinas enfrenta Uruguai, Gana e Coreia do Sul, enquanto o escrete canarinho terá pela frente Sérvia, Camarões e Suíça.

O troféu mundial tem 36,5 centímetros de altura, com duas figuras humanas a segurar o globo, e um peso em ouro de 6,142 quilos, numa base de mineral malaquita, em tons verdes.

Este “cetro” foi conquistado pela primeira vez no Mundial de 1974 pela anfitriã Alemanha, substituindo o anterior troféu, denominado Taça Jules Rimet, que tinha ficado na posse permanente do Brasil quando chegou ao terceiro título, no México 1970.

“A expetativa [para uma fase final de um Mundial de futebol], como brasileiro, é sempre muito alta, mas muitas vezes frustramo-nos”, admitiu ainda Gilberto Silva.

Últimas Notícias
Mais Vistos