Qatar 2022

Presidente do Comité Olímpico de Portugal recusa convite para ir ao Mundial 2022

Presidente do Comité Olímpico de Portugal recusa convite para ir ao Mundial 2022

José Manuel Constantino justificou a recusa com o desrespeito pelos direitos humanos e à forma como a competição foi atribuída ao país.

O presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), José Manuel Constantino, desejou esta quinta-feira felicidades à seleção portuguesa no Mundial 2022 de futebol, a disputar a partir de domingo no Qatar, salientando ter recusado um convite para estar presente.

"Espero que a competição decorra bem, do ponto vista desportivo e especialmente para Portugal. O presidente do Comité Olímpico do Qatar convidou vários presidentes de comités olímpicos para estarem presentes, mas eu declinei o convite", afirmou José Manuel Constantino.

Após a gala de Celebração Olímpica de 2022, em Lisboa, e da vitória da equipa das quinas por 4-0 frente à Nigéria, no último jogo antes do Campeonato do Mundo, o líder do organismo olímpico justificou a recusa com o desrespeito pelos direitos humanos e à forma como a competição foi atribuída ao país.

"Entendo que as questões de natureza desportiva estão salvaguardadas, mas há questões de natureza diplomática e política que não podem ser ignoradas e tem a ver com as circunstâncias como a prova foi atribuída ao Qatar, as circunstâncias da construção dos estádios e todos os problemas que envolveram e as questões relativas aos direitos humanos. Agradecendo, naturalmente, o convite, não me sentiria bem estar presente nestas condições", sublinhou.

A 22.ª edição do Mundial de futebol vai ser disputada no Qatar, entre domingo e 18 de dezembro, com Portugal a defrontar Gana, na próxima quinta-feira, Uruguai, quatro dias depois, antes de enfrentar a Coreia do Sul, de Paulo Bento, em 02 de dezembro, para o Grupo H.

Últimas Notícias
Mais Vistos