Tragédia em Pedrógão Grande

Governo quer levantamento dos prejuízos feito no máximo de dez dias

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas anunciou hoje que vão ser constituídas equipas nos municípios afetados pelo incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande, coordenadas pelo Governo, para no máximo de dez dias fazer o levantamento completo dos prejuízos.

"Um dos passos que foi dado hoje e que é dado em cada um dos municípios [Pedrógão Grande, Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera] é a constituição de equipas entre o Governo (...) e as câmaras, uma equipa em cada concelho, para fazer no prazo máximo de dez dias, até ao final da próxima semana, o levantamento completo dos prejuízos e as medidas concretas para adotar no terreno", afirmou o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques.

O governante falava aos jornalistas em Pedrógão Grande, após ter sido cumprido um minuto de silêncio em memória das vítimas dos incêndios, em que participou também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

"Já começámos a ter no terreno apoios, do ponto de vista de reconstrução de estradas e caminhos. Estão a chegar rações de pecuária a partir de amanhã [quinta-feira] (...), vamos agora começar a trabalhar com as câmaras municipais, já o fizemos de manhã aqui em Pedrógão Grande, e à tarde nos outros dois municípios" (Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos), acrescentou.

Lusa

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros