Tragédia em Pedrógão Grande

Autarca de Pedrógão Grande volta a ser arguido num processo

RUI MIGUEL PEDROSA

Ministério Público investiga atribuição de fundos.

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande é de novo arguido num processo. O Ministério Público está a investigar possíveis irregularidades na atribuição dos fundos para a reconstrução das casas afetadas nos incêndios de 2017.

Valdemar Alves faz parte da lista de suspeitos.

Em causa poderão estar crimes de corrupção, participação económica em negócio, burla qualificada e falsificação de documentos.

O autarca já tinha sido arguido no caso dos incêndios da região centro que mataram 66 pessoas, mas acabou por não ser acusado.