Tragédia em Pedrógão Grande

Memorial às vítimas do fogo de Pedrógão envolto em polémica

Trabalhos e obra de Souto Moura estão orçamentados em quase 1,8 milhões de euros.

O memorial às vítimas dos incêndios de Pedrogão Grande em 2017 já está a ser construído, junto à Nacional 236-1. A obra, desenhada por Souto Moura, deverá ficar concluída em junho de 2022.

A água será um dos elementos principais da obra que o arquiteto idealizou para o memorial. O monumento para recordar as 66 vítimas mortais, a maioria delas na estrada, vai custar quase 1,8 milhões de euros.

Várias vozes levantaram-se contra o valor que a Infraestruturas de Portugal vai gastar: cerca de 1,4 milhões são para o memorial, o resto é para acessos que incluem uma inversão de marcha e também a plantação de algumas árvores, numa intervenção que abrange dois quilómetros.

A associação das vítimas não critica o valor, mas garante que vai continuar a reivindicar as promessas por cumprir.

Se for cumprido o prazo estabelecido, que é de 300 dias, a obra deverá ficar concluída uma semana antes do 5.º aniversário dos incêndios que causaram a morte a 66 pessoas.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros