A vacinação em Portugal e no Mundo

Vacinas de RNA-Mensageiro evitam transmissão do novo coronavírus

São resultados provisórios, mas apontam para uma redução da carga viral e mostram que as vacinas têm capacidade de bloquear o vírus.

Além de reduzirem o risco de ficar doente, as vacinas que usam a tecnolgia RNA-Mensageiro, como a da Pfizer e a da Moderna, parecem também evitar a transmissão do vírus. São as conclusões dos primeiros estudos feitos com dados recolhidos já no terreno, junto de quem foi vacinado contra a covid-19.

São resultados provisórios mas permitem acrescentar mais informação sobre os efeitos e a atuação das vacinas, além daquela que já era conhecida e que foi recolhida durante a fase de ensaios clínicos.

Miguel Prudêncio, investigador do Instituto de Medicina Molecular, diz que os dados mostram que "além da proteção contra a doença e as formas mais graves da doença, parece haver também uma proteção da infeção. Isto é, uma diminuição da capacidade da pessoa ser infetada pelo vírus e consequentemente transmitir o vírus a outras pessoas".

Mas alerta: "Ainda não temos uma garantia absoluta de que estas vacinas impedem a infeção. Por essa razão é importante, nesta fase, mesmo quem está vacinado continuar a adotar as medidas de proteção individual".

Veja também: