A vacinação em Portugal e no Mundo

EUA deverão aprovar 3.ª dose da vacina da covid-19 para maioria da população

Canva

Adiantou o principal conselheiro epidemiologista da Casa Branca, Anthony Fauci.

O principal conselheiro epidemiologista da Casa Branca, Anthony Fauci, afirmou que os Estados Unidos deverão acabar por aprovar uma dose de reforço da vacina contra a covid-19 para a maioria da população.

Numa entrevista à estação televisiva CNN, quando questionado pela decisão na semana passada por parte dos peritos da Agência de Alimentos e Fármacos (FDA, na sigla em inglês) de recomendar a vacina da Pfizer apenas para os maiores de 65, Fauci disse que "o regime ideal seriam três todos para toda a gente, mas agora, com base nos dados examinados pelo comité da FDA para a sua decisão, vamos por esse caminho".

Todas as semanas, argumentou, surgem novos dados, pelo que é provável que haja "uma evolução" da decisão do painel de peritos da FDA, que diverge do Governo de Joe Biden, que defende uma terceira dose para toda a população.

País mais afetado do mundo

De acordo com os números da Universidade Johns Hopkins, os EUA são o país mais afetado do mundo pela covid-19, com mais de 42 milhões de contágios e acima de 673 mil mortes.

Questionado sobre se acha que o número de óbitos vai chegar ao milhão, Fauci respondeu que não: "Não creio de todo que isso seja algo inevitável, temos a capacidade de evitar, está nas nossas mãos, com todas estas vacinas, que são muito eficazes".

Até agora, mais de 211 milhões de pessoas receberam pelo menos uma dose da vacina nos EUA, o que equivale a 63% da população, e mais de 181 milhões estão completamente imunizados, representando 54,5% dos habitantes.