Violência em Moçambique

Ataques armados em Moçambique na agenda do Parlamento Europeu

OLIVIER HOSLET

A violência armada em Cabo Delgado já fez perto de duas mil mortes.

A Comissão dos Assuntos Externos do Parlamento Europeu reúne-se esta quinta-feira para discutir os ataques armados em Cabo Delgado, Moçambique.

O encontro foi marcado a pedido do eurodeputado português do PSD Paulo Rangel, que considera vantajoso ouvir as pessoas no terreno de forma a criar uma consciência europeia sobre o que se está a passar neste país.

A violência armada em Cabo Delgado já fez perto de duas mil mortes. Mais de 50 mil pessoas estão em fuga.

Há três anos que a capital provinciana de Moçambique está sob o ataque de insurgentes, composto por elementos locais, que estão contra o Governo moçambicano.