FB Instant Articles

Eleições nos EUA. Juiz federal recusa queixa de Trump para anular milhões de votos

A decisão do juiz federal representa mais uma batalha perdida para o atual Presidente.

É um dos mais duros golpes nas esperanças de Donald Trump para inverter os resultados das eleições presidenciais. Um juiz federal rejeitou a queixa do ainda Presidente, que procurava impedir a certificação da vitória de Joe Biden na Pensilvânia.

O juiz federal avança que foram apresentadas ao tribunal alegações infundadas que pareciam ter sido “costuradas ao acaso” como “o mostro do Frankenstein”.

A campanha de Trump argumentava que as regras para correção de erros nos boletins de voto não foram iguais em todo o Estado, mas o magistrado responsável considerou os “argumentos forçados” e recusou o pedido para anulação de milhões de votos.

Os advogados de Trump já avançaram com um pedido de recurso à decisão. No entanto a decisão do juiz federal representa mais uma batalha perdida para o atual Presidente.

Também na Geórgia, onde Joe Biden tem uma vantagem de quase 13 mil votos, já foi pedida uma segunda recontagem. Mas são cada vez menos os que acreditam numa inversão dos resultados.