Meteorologia

Carlos Moedas reconhece que "esta é uma situação que se vive na cidade há muitos anos"

Loading...

O Presidente da Câmara de Lisboa vai visitar as zonas mais afetadas do município.

Perante a forte precipitação que atingiu a região da Grande Lisboa, o presidente da Câmara de Lisboa destaca a importância de avançar com o projeto para a construção dos túneis de drenagem. Juntamente com o Presidente da República, Carlos Moedas visitou a zona de Alcântara, uma das mais afetadas.

“Esta é uma situação que se vive na cidade há muitos anos. Por isso, esta obra estrutural que temos de fazer, um túnel que vai de Campolide até Santa Apolónia, cinco quilómetros de túnel, vão permitir resolver esta situação”, afirma Carlos Moedas aos jornalistas, acrescentando que neste momento é preciso “resolver os problemas das pessoas em concreto”.

As zonas de Alcântara, Campo Grande, Campo Pequeno e a Baixa são as mais afetadas no município de Lisboa. Segundo o autarca, não há registo de vítimas mortais no concelho da capital.

“Vamos visitá-las. Vamos estar no terreno toda a noite a ajudar em tudo o que podermos”, acrescentou, garantido que todos os meios estão na rua para resolver as 159 ocorrências.

Últimas Notícias
Mais Vistos