Meteorologia

Conselhos para enfrentar o frio: "Vestir várias camadas de roupa como uma cebola"

Loading...

Perante as baixas temperaturas, há cuidados a ter com o frio. António Vilar, presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, explica os cuidados a ter com o frio mas lembra também os benefícios das baixas temperaturas.

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) apontam para tempo frio e precipitação, registando-se já uma descida significativa da temperatura, acompanhada de uma subida da intensidade do vento, com um consequente aumento do desconforto térmico. António Vilar, presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, explica os cuidados a ter com o frio mas lembra também os benefícios das baixas temperaturas.

O frio pode revelar e agravar os sintomas de quem tem doenças reumáticas, mas todos devemos ter cuidados perante as baixas temperaturas.

“O frio tem vários efeitos no corpo humano. Tem várias manifestações no nosso organismo: ao nível da pele, que tem um mecanismo para se proteger da perda de calor: os nossos vasos [sanguíneos)] vão-se contraindo, o oxigénio chega menos e de uma forma mais lenta e pode dar dor. Esse efeito pode ser nefasto. Para pessoas com doenças dos vasos (aterosclerose, diabetes…) podem ter, por efeito do frio, uma diminuição da circulação [sanguínea] que pode ser tão grave que pode levar à gangrena e à amputação”.

O frio também tem propriedades benéficas: nos traumatismos - quando damos uma pancada, nós colocamos gelo - , ou na fase inflamatória da artitre . A massagem com gelo tem efeitos profundos e alivia a dor.

Mas é preciso ter cuidado na utilização do gelo, alerta o especialista

“Não se deve utilizar o gelo de forma prolongada nas extremidades - pode levar à gangrena e amputação”, alerta.

Cuidados que todos devemos ter:

  • proteger o nosso corpo das mudanças bruscas de temperatura
  • não estar em locais muito aquecidos em dias de muito frio
  • proteger as extremidades - utilizar luvas, calçado isolante, palmilhas protetoras, gorro
  • vestir várias camadas de roupa - “como uma cebola porque vamos tirando as cascas”
  • evitar a exposição ao frio se não estivermos devidamente protegidos

Os conselhos da DGS para se proteger do frio intenso que se aproxima

A Direção-Geral de Saúde (DGS) divulgou na terça-feira recomendações para a população se proteger dos efeitos negativos do frio na saúde, como utilizar várias camadas de roupa e ingerir sopas ou bebidas quentes.

Os conselhos da DGS surgem na sequência das previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para tempo frio e precipitação nos próximos dias, registando-se já uma descida significativa da temperatura, acompanhada de uma subida da intensidade do vento, com um consequente aumento do desconforto térmico.

Últimas Notícias
Mais Vistos