Mundo

Coreia do Norte fez teste falhado de míssil

A Coreia do Norte fez hoje um teste falhado de um míssil de médio-longo alcance capaz de atingir bases norte-americanas num raio até à ilha de Guam, no Pacífico, anunciou a Coreia do Sul.

Segundo a análise dos militares da Coreia do Sul e dos Estados Unidos da América, aparentemente, o míssil explodiu pouco depois de ter sido lançado, por volta das 06:30 locais (23:00 de quarta-feira em Lisboa), segundo um comunicado das Forças Armadas sul-coreanas.

Também o comando dos EUA destacado na Coreia do Sul emitiu um comunicado em que diz que calcula que os norte-coreanos testaram um míssil Musudan, com um alcance entre 2.500 e 4.000 quilómetros, que poderia alcançar as bases norte-americanas de Okinawa, no Japão, e Guam, no Pacífico.

Esta é o segundo lançamento falhado de um míssil deste género pela Coreia do Norte em menos de uma semana.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou o teste anterior, no sábado passado, numa altura em que pondera novas sanções contra Pyongyang por causa do quinto ensaio nuclear da Coreia do Norte, realizado a 9 de setembro.

O Musudan é um míssil de fabricação norte-coreana que já foi testado oito vezes este ano, embora apenas numa ocasião com êxito: foi em junho, quando percorreu 400 quilómetros, antes de cair no Mar do Japão.

Na altura, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, afirmou que o lançamento era uma prova das capacidades de Pyonguang atingir as bases militares dos norte-americanos no "teatro de operações do Pacífico".

Peritos internacionais admitem que o míssil possa estar operacional no próximo ano, dado o ritmo a que sucedem os testes.

Lusa