Mundo

105 civis mortos em Mossul num bombardeamento americano em março

Andres Martinez Casares / Reuters

O Pentágono reconheceu hoje que um bombardeamento norte-americano sobre Mossul, segunda cidade do Iraque e último bastião do Daesh no país, matou pelo menos 105 civis.

O relatório do Exército norte-americano sobre este bombardeamento de 17 de março diz que o alvo era dois snipers entre os jihadistas.

Os combatentes colocaram explosivos num edifício que explodiu após o ataque norte-americano. Dentro do edifício estavam 101 civis, quatro estavam no exterior.