Mundo

Donald Trump disponibilizou-se para acolher Estados desavindos do Golfo Pérsico

O Presidente norte-americano voluntariou-se hoje para mediar a resolução da crise diplomática entre os Estados do Golfo Pérsico, disponibilizando a Casa Branca para os acolher.

Donald Trump falou hoje por telefone com o emir do Qatar, o xeque Tamin bin Hamad Al Thani e segundo divulgaram os serviços da Casa Branca, Trump disse ao governante que todos os países da região precisam de cooperar para prevenir o financiamento do terrorismo e acabar com a divulgação de ideologias extremistas.


Trump disse também que a unidade entre os países do Conselho de Cooperação do Golfo e fortes parcerias com os EUA são cruciais para derrotar o terrorismo.


Os EUA são um dos vários países a disponibilizarem-se para intermediar o conflito. O Koweit tem estado a fazê-lo e a Turquia também se ofereceu.


O telefonema de Trump foi feito depois de um outro para o rei saudita, Salman, na segunda-feira.

Lusa

  • Brincar ao ar livre como remédio natural
    0:21