Mundo

Catalunha declara independência

Yves Herman/ Reuters

O Parlamento da Catalunha aprovou a declaração unilateral esta sexta-feira com 70 votos a favor, 10 contra e dois votos em branco. O impacto da votação já se faz sentir nas ruas de Barcelona, onde a população começou de imediato a celebrar a vitória do "sim". O chefe de Governo, Mariano Rajoy, veio pedir tranquilidade. "O Estado de Direito vai restaurar a legalidade na Catalunha", afirmou, e pouco depois o Senado aprovou o artigo 155.

O projeto de declaração unilateral de independência foi aprovado com 70 votos a favor, 10 contra e dois em branco, num órgão composto por um total de 135 deputados.

Fora da votação estiveram os deputados do Ciudadanos, do Partido Socialista catalão e do Partido Popular, que abandonaram o hemiciclo momentos antes.

As bandeiras de Espanha estão a ser retiradas dos principais edifícios. Até agora, pelo menos duas autarquias já o fizeram.

O Senado espanhol aprovou entretanto a aplicação do artigo 155 da Constituição, o que permite a suspensão da autonomia da Catalunha.

O pedido do Governo foi aprovado com 214 votos a favor, 47 contra e uma abstenção.

Mariano Rajoy pediu calma aos espanhóis e disse que tudo será feito para que legalidade seja restabelecida.

Acompanhe aqui em direto os últimos desenvolvimentos sobre a questão da indendência na Catalunha:

  • Um telemóvel com uma câmara diferente
    4:41