Mundo

Dois mortos em protestos contra o reconhecimento de Jerusalém como capital

Mohammed Salem

Duas pessoas morreram e várias ficaram feridas durante os mais recentes protestos contra o reconhecimento pelos Estados Unidos da América de Jerusalém como capital de Israel.

Dois homens morreram após terem sido atingidos no peito durante os protestos na Faixa de Gaza.

O número de palestinianos mortos aumenta assim para dez, nos confrontos junto à barreira de segurança que separa o território de Israel.

Desde 6 de dezembro, dia em que Donald Trump anunciou o reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel, que a violência nos territórios palestinianos tem aumentado.

Os confrontos entre palestinianos e forças israelitas também ocorreram na Cisjordânia, onde pelo menos cinco palestinianos foram atingidos com balas reais.

Nas últimas duas semanas de protestos várias pessoas ficaram feridas e pelo dez morreram.

  • Portugal suspende vistos a iranianos
    2:20