Mundo

Criança morre horas depois de ser detida na fronteira dos EUA

De acordo com o Washington Post a criança morreu de desidratação.

Uma imigrante guatemalteca de sete morreu na semana passada, poucas horas depois de ser detida pela polícia da fronteira dos Estados Unidos no estado do Novo México, noticiou esta quinta-feira o jornal Washington Post.

A criança, que atravessou ilegalmente a fronteira com o pai e mais uma dúzia de outras pessoas, morreu de desidratação, escreveu o jornal, citando o Serviço de Alfândega e Impostos norte-americano.

Ela "não bebeu água nem comeu durante vários dias" e entrou em convulsão oito horas depois de ser detida, sendo transportada de helicóptero para o hospital, onde morreu, de acordo com Washington Post.

Desde meados de outubro, milhares de refugiados da América Central viajaram em caravana até chegarem à fronteira mexicana com os Estados Unidos, onde esperam conseguir pedir asilo.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já ameaçou fechar toda a fronteira com o México e mobilizou milhares de militares para a região para conter qualquer tentativa de entrada ilegal no país.

Lusa