Mundo

Mais de cem camiões em simulacro para prevenir congestionamentos no Reino Unido

Toby Melville

Objetivo é preparar os serviços britânicos para uma eventual saída sem acordo da União Europeia (UE) a 29 de março.

Mais de cem camiões estão envolvidos hoje num simulacro organizado pelo Governo britânico, no sul da Inglaterra, para prevenir o congestionamento rodoviário pelo aumento dos controlos nas fronteiras após uma eventual saída do Reino Unido da UE sem acordo.

Os veículos, que receberam um incentivo económico, reuniram-se no aeródromo desativado de Manston, perto da cidade de Ramsgate, no condado de Kent (sudeste), que o Governo planeia usar como de área de estacionamento de camiões a fim de evitar a saturação nas estradas que levam aos principais portos.
A operação "Brock", supervisionada pelo Ministério dos Transportes britânico, é o teste mais importante feito pelo Governo com o objetivo de se preparar para uma eventual saída sem acordo da União Europeia (UE) a 29 de março.
Como parte da operação, os caminhões reunidos na antiga pista aeródromo irão deslocar-se entre 08:00 horas locais (a mesma hora em Lisboa) e 11:00 pela estrada A256 para o porto de Dover, a principal ligação com França por mar.
O plano visa gerir o tráfego de veículos e, especialmente, de carga em caso de aumento dos controlos nas fronteiras e à imposição de tarifas no caso de haver um 'Brexit' sem acordo.
Uma porta-voz do Ministério dos Transportes disse que o Governo da primeira-ministra britânica, a conservadora Theresa May, "não deseja nem espera" uma saída não negociada com a UE, mas disse que "é o seu dever" preparar-se "para todas as contingências".
May apresentará à votação parlamentar na próxima semana o seu acordo para a saída da UE.
Em caso de rejeição, o país poderá deixar o bloco europeu sem acordo e passar a seguir as regras tarifárias da Organização Mundial do Comércio (OMC).