Mundo

Boeing 737 MAX sem passageiros faz aterragem de emergência nos EUA

"O avião deu a volta e aterrou em segurança em Orlando", declarou a FAA.

Um Boeing 737 MAX da companhia norte-americana Southwest sem passageiros a bordo, que estava hoje em trânsito para a Califórnia, foi forçado a fazer uma aterragem de emergência na Florida devido a problemas técnicos, divulgou a autoridade aérea norte-americana.


A agência federal de aviação norte-americana (FAA, na sigla em inglês) precisou que o avião Boeing 737 MAX, o mesmo modelo que esteve envolvido num período de poucos meses em dois acidentes trágicos, foi obrigado a realizar uma aterragem de emergência em Orlando (Florida) depois de ter sido detetado um problema de motor.


"O avião deu a volta e aterrou em segurança em Orlando", declarou a FAA.


Nenhum passageiro se encontrava a bordo do aparelho, que ia ser entregue em Victorville, na Califórnia, para ficar estacionado e armazenado.


A FAA proibiu os voos com aparelhos Boeing 737 MAX após dois acidentes trágicos que envolveram, num período de poucos meses, este modelo.


A agência federal norte-americana permite, no entanto, que os aparelhos sejam transportados entre aeroportos para serem armazenados.
No passado dia 10 de março, um Boeing 737-8 MAX, da Ethiopian Airlines, despenhou-se pouco depois de descolar de Adis Abeba, Etiópia. Nenhuma das 157 pessoas que estavam a bordo do avião sobreviveu.


Este acidente ocorreu cerca de cinco meses depois de um outro Boeing 737 MAX da companhia Lion Air ter caído na Indonésia cerca de 12 minutos após a descolagem e por causa de falhas técnicas, de acordo com os dados recolhidos de uma das caixas negras do aparelho.


O acidente ocorrido em outubro de 2018 provocou a morte de 189 pessoas.

Lusa

  • Palestinianos boicotam cimeira organizada pelos EUA no Bahrein
    2:50
  • André Rieu fez um vídeo para os fãs portugueses
    0:38