Mundo

Nova caravana de migrantes percorre o México rumo aos EUA

Segundo a Associated Press, a caravana de migrantes passou pela cidade de Huixtla, sul de Chiapas, na segunda-feira.

Uma nova caravana, de cerca de 2.500 migrantes, percorreu hoje o sul do México rumo à fronteira com os Estados Unidos, segundo autoridades locais citadas pela a agência de notícias Associated Press (AP).

Segundo a AP, a caravana de migrantes passou pela cidade de Huixtla, sul de Chiapas, na segunda-feira.

Em comunicado, as autoridades de Huixtla indicaram que ofereceram água e ajuda médica às 2.466 pessoas, vindas principalmente da Nicarágua, Cuba, El Salvador, Honduras e Guatemala, acrescentando que a caravana incluí várias crianças que estão a sofrer com as elevadas temperaturas.

Ativistas referiram que o Governo mexicano está a tentar desgastar as caravanas ou a impedi-las de chegar aos Estados Unidos."É uma estratégia para separá-los... para impedir as caravanas de prosseguir", salientou Irineo Mujica, do grupo de ajuda Pueblo Sin Fronteras (Povo Sem Fronteiras) que acompanha as caravanas de migrantes.

Este ano, o Governo mexicano deixou de emitir vistos humanitários na fronteira com a Guatemala. Os vistos davam um estatuto legal aos migrantes enquanto seguiam para a fronteira dos EUA.

Em janeiro, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, criticou mais uma vez o México, acusando o país de "não fazer nada" para travar uma caravana de migrantes hondurenhos que, segundo frisou o governante, avançou em direção à fronteira norte-americana.

Trump publicou esta mensagem depois de mais de 2.000 migrantes oriundos das Honduras terem entrado em território mexicano, ignorando dessa forma o pedido das autoridades de imigração para aguardarem na fronteira com a Guatemala até à entrega de um documento que certificasse a sua passagem por razões humanitárias.

Lusa

  • “Vamos a Jogo” acompanhou Luís Filipe Vieira no dia da reconquista
    15:21
  • Visíveis - Ruca
    31:30