Mundo

Sudão festeja queda do Presidente Omar al-Bashir

STRINGER

O anúncio da destituição e detenção de Omar al-Bashir foi hoje pelo ministro da Defesa sudanês através da televisão pública do país.

O Sudão festeja esta sexta-feira a queda do Presidente Omar al-Bashir, que foi deposto e detido pelas Forças Armadas na capital, Cartum.

O golpe militar desta quinta-feira pôs fim a 30 anos de um regime autocrático, que acabou por ser contestado nas ruas ao longo dos últimos meses. Os militares prometem eleições livres, após um período de transição de dois anos. Até lá, o Sudão vai ser governado por um conselho militar.

A esperada mudança de regime está a ser festejada nas ruas, o estado de emergência foi decretado por três meses, a constituição foi suspensa e as fronteiras e o espeço aéreo encerrados.

O chefe de Estado deposto tem um mandado de detenção internacional e pode vir a ser julgado por genocídios e crimes contra a humanidade, cometidos no Darfur.

Jovem de 22 anos lidera revolta contra o Governo do Sudão

Nos protestos mais expressivos das últimas três décadas, as mulheres assumiram o protagonismo. O movimento foi liderado por uma jovem ativista.