Mundo

Antigo CEO da Volkswagen acusado no caso das emissões poluentes

LUKAS BARTH

Em causa está a fraude com as emissões de gases nos carros a diesel.

O antigo presidente executivo da Volkswagen foi formalmente acusado no processo sobre a manipulação de poluentes.

O Ministério Público alemão diz que o administrador sabia, desde 2014, que estava a ser usado um software nos carros que enganava os resultados dos testes de emissões de gases poluentes.

Martin Winterkorn foi até agora a única pessoa do grupo Volkswagen a ser acusado. Além do crime de fraude agravada, vai também responder por abuso de confiança e violação das leis da concorrência.

O escândalo da empresa alemã ocorreu em 2015, afetou 11 milhões de carros a gasóleo e já custou 28 mil milhões de euros.

  • Há quem espere mais de um ano para conseguir vaga no SEF
    5:06
  • “Este despacho não é sobre casas de banho, é sobre pessoas”
    13:47