Mundo

Bomba explode no Sri Lanka próximo de uma igreja

Em atualização

Dinuka Liyanawatte / Reuters

A brigada de minas e armadilhas detetou 87 explosivos e está a tentar desativá-los.

Uma carrinha estacionada junto a uma das igrejas que ontem foi alvo de um dos oito ataques no Sri Lanka explodiu hoje, mas não há notícias de vítimas, avança a Associated Press.

A polícia foi chamada a investigar uma carrinha estacionada desde domingo frente à igreja de Santo António e descobriu três bombas. Tentaram desativá-las mas acabaram por explodi-las, causando pânico na rua.

87 detonadores de bomba numa central de autocarros

A brigada de minas e armadilhas detetou 87 explosivos por explodir numa central de autocarros em Colombo e está a tentar desativá-los, sergundo a agência France-Presse.

"87 detonadores de bombas foram descobertos na central de autocarros privada Bastian Mawatha de Pettah", anunciaram as forças de segurança em comunicado.

Este bairro situa-se a meio caminho entre os hotéis de luxo frente ao mar e a igreja de Santo António, locais que foiam atingidos no domingo de Páscoa, esta última igreja onde já hoje houve uma explosão.

Governo do Sri Lanka decreta estado de emergência e novo recolher obrigatório

O Governo do Sri Lanka declarou um novo recolher obrigatório na noite de hoje para terça-feira, após a vaga de atentados suicidas que mataram 290 pessoas na ilha do sul da Ásia, no domingo de Páscoa.

Identificado grupo que causou oito ataques no Sri Lanka

Os sete bombistas suicidas que realizaram o ataque coordenado a oito igrejas e hotéis no domingo de Páscoa no Sri Lanka, que provocou 290 mortos e 500 feridos, pertenciam ao grupo National Thowfeek Jamaath, informou o Governo cingalês.

Hotéis e igrejas atacados durante celebrações da Páscoa

  • Uma “má vizinhança” que durou 20 anos e um homicida que se diz inocente
    22:23