Mundo

NASA divulga o som de um abalo sísmico de outro planeta

Uma das mais recente fotografia tirada pela InSight em solo marciano, a 21 de abril.

NASA/JPL-Caltech

A sonda InSight detetou em Marte o que os cientistas acreditam ter sido um sismo.

A sonda da NASA InSight detetou em Marte o que os cientistas acreditam ter sido um evento sísmico, anunciou o Jet Propulsion Laboratory.


O som foi captado pelos sensores do robô a 6 de abril, no 128.º dia da missão em solo marciano. Os cientistas acreditam ter registado pela primeira vez um abalo sísmico noutro planeta, o equivalente ao que seria um tremor na Terra de magnitude 2,5 na escala de Richter.

"Temos estado a recolher todos os sons. Agora, este evento lançou oficialmente uma nova área de investigação: a sismologia marciana", disse à agência Reuters o investigador principal da missão InSight, Bruce Banerdt.

Ainda a analisar todos os dados captados para determinar a origem do "martemoto", os cientistas têm no entanto a certeza que o som veio do interior do planeta e não da superfície, como por exemplo, provocado por ventos.

"O nível de alta frequência e banda larga é muito semelhante ao que vemos num sismo. Por isso estamos confiantes de que se tratou de um martemoto", afirmou à Reuters Philippe Lognonníc, geofísico da Universidade Paris Diderot e responsável pelo sismógrafo da InSight.

Marte e a Lua não têm placas tectónicas

A magnitude e a duração deste martemoto também encaixam no perfil dos milhares de sismos que foram detetados na Lua entre 1969 e 1977 pelos sismógrafos instalados pelas missões Apollo da NASA, excplicou à Reuters Lori Glaze, diretora da divisão de ciências planetárias da NASA.

Tanto a superfície lunar como a marciana são extremamente calmas comparando com a da Terra, que tem um constante som provocado pelos oceanos bem como pelos sismos que ocorrem com as movimentações da placas tectónicas.

Marte e a Lua não têm placas tectónicas. A atividade sísmica é provocada pelo processo de arrefecimento e contração que acaba por romper a crosta do planeta.

A sonda que estuda o interior do planeta vermelho

A missão InSight, lançada a 5 de maio de 2018, pretende encontrar pistas sobre a evolução da formação dos planetas rochosos do Sistema Solar, incluindo a Terra.

Equipada com vários instrumentos de medição geológicos, tem estado a estudar o tamanho, a espessura e a densidade do núcleo, manto e crosta de Marte e a temperatura interior do planeta vermelho.

A InSight é a mais recente missão da NASA em Marte depois da Curiosity, que explora a superfície do planeta desde 2012.

Primeira foto de Marte da missão InSight em novembro de 2018