Mundo

Mais de 10 mil famílias líbias obrigadas a sair de casa devido a combates em Trípoli

Ismail Zetouni

Em cerca de três semanas de combates morreram mais de 270 pessoas.

Mais de 10 mil famílias líbias foram obrigadas a abandonar as suas casas, e a converterem-se em deslocados, desde que começaram há um mês combates no sul de Trípoli, capital da Líbia, foi este domingo anunciado.

Em declarações aos jornalistas, Jaled Mesaud, membro do comité de crise do governo imposto pela ONU, salientou que 830 famílias, de um total de 10.300, saíram recentemente das zonas de conflito e refugiaram-se em 25 escolas e centros de acolhimento em Trípoli.

De acordo com Jaled Mesaud, 1.029 crianças deslocaram-se para a cidade costeira de Al Zawiya, muito próxima da fronteira com a Tunísia.

Em cerca de três semanas de combates morreram mais de 270 pessoas e ficaram feridas perto de 1.300, segundo a Organização Mundial da Saúde.

Os combates têm afetado milhares de migrantes em situação irregular, que estão em centros de detenção de Trípoli.

Lusa

  • Portugal suspende vistos a iranianos
    2:20