Mundo

Coreia do Norte está a sofrer a pior seca em quatro décadas

Kim Kyung Hoon/ REUTERS

Cerca de 10 milhões de pessoas na Coreia do Norte enfrentam uma "escassez grave de alimentos", depois de o país ter tido uma das piores colheitas da década.

A Coreia do Norte está a sofrer a pior seca em quase quatro décadas, anunciou hoje o Governo, manifestando preocupação com a crise alimentar que atravessa o país.


A agência de notícias oficial do Irão referiu hoje que uma média de 54,4 milímetros de chuva caiu em todo o país nos primeiros cinco meses deste ano, o nível mais baixo desde 1982.


O meio de comunicação indicou que a seca deve continuar até ao final de maio.


No início deste mês, as agências das Nações Unidas para a alimentação disseram, numa avaliação conjunta, que cerca de 10 milhões de pessoas na Coreia do Norte enfrentam uma "escassez grave de alimentos", depois de o país ter tido uma das piores colheitas da década.


Em fevereiro, o embaixador da Coreia do Norte nas Nações Unidas, Kim Song, fez um apelo incomum por assistência alimentar urgente.

No início deste mês, a Coreia do Norte cortou para 300 gramas diários, a ração alimentar distribuída à população.

  • Um telemóvel com uma câmara diferente
    4:41