Mundo

Comunidade LGBT critica Calvin Klein por beijo homossexual

Youtube/Calvin Klein

Marca já pediu desculpa.

A marca Calvin Klein foi obrigada a emitir um pedido de desculpas depois da sua mais recente campanha publicitária gerar críticas por parte da comunidade LGBT.

Em causa está o anúncio onde a modelo Bella Hadid beija uma personagem digital conhecida como Lil Miquela. A marca é acusada de “queerbaiting”, uma estratégia de marketing que sugere um relacionamento homossexual para atrair fãs gays, enquanto tenta não alienar os clientes heterossexuais.

Entretanto a marca já pediu desculpas, reconhecendo que utilizar na campanha alguém que se identifica como heterossexual para protagonizar um beijo entre pessoas do mesmo sexo “pode ser percebido como queerbaiting”.

"Esta campanha específica foi criada para desafiar normas e estereótipos convencionais em publicidade (...) Como uma empresa com uma longa tradição de defender os direitos LGBTQ+, certamente não era a nossa intenção deturpar a comunidade LGBTQ +. Lamentamos sinceramente qualquer ofensa", cita a Sky News.

A modelo Bella Hadid não reagiu à polémica.

Instagram Lil Miquela