Mundo

Telemóvel de Sérgio Moro pirateado durante 6 horas

Adriano Machado

Pirata informático invadiu o telemóvel do ministro da Justiça do Brasileiro e ex-juiz que conduziu a "Operação Lava Jato"

Durante seis horas o hacker usou a aplicação Telegram para trocar mensagens pelo menos até à 1h00 da manhã, hora local.

O caso está a ser investigado pela Polícia Federal do Brasil e obrigou Sérgio Moro a cancelar o número de telefone.

A situação já não é inédita. Ainda no ano passado, no governo de Michel Temer, outros dois telemóveis de dois ministros foram alvo de ataques informáticos.