Mundo

Trump anuncia reforço da presença militar norte-americana na Polónia

OLIVER CONTRERAS / POOL

Trump explicou que os soldados seriam deslocados desde a Alemanha.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, admitiu esta quarta-feira o envio de 2.000 tropas para a Polónia destacadas de outras regiões da Europa, durante um encontro na Casa Branca com o homólogo polaco Andrzej Duda.

Trump explicou que os soldados seriam deslocados desde a Alemanha, mas precisou que a decisão não é "final".

Responsáveis oficiais norte-americanos citados pela agência noticiosa AP referiram que Trump poderá anunciar o envio para a Polónia de pelo menos 1.000 militares e um esquadrão de 'drones' [aparelhos aéreos não tripulados] Reaper, como contribuição para a sua auto-defesa devido ao um eventual incremento da atividade militar da Rússia.

Os líderes polacos têm vindo a insistir desde há meses por um reforço militar aliado, e pretendem a instalação de uma base militar permanente dos Estados Unidos que deverá ser designada "Forte Trump".

Em paralelo, o líder da Casa Branca disse que a Polónia, membro da NATO desde 1999, encomendou 30 aviões de combate norte-americanos F-35.

Lusa

  • Mourinho procura clube e rejeita, para já, treinar seleções
    7:14
  • Como não gastar dinheiro com os números começados por 707
    6:46