Mundo

Família de Kathryn Mayorga deixa recado a Cristiano Ronaldo

A ex-modelo norte-americana apresentou queixa contra o jogador por alegado abuso sexual.

No passado dia 22 de julho, Cristiano Ronaldo foi ilibado das acusações de violação por parte de Kathryn Mayorga. A Procuradoria de Clark County, em Las Vegas, nos Estados Unidos da América, partilhou, no respetivo Twitter, um documento em que se pode ler: "As alegações de violação sexual contra Cristiano Ronaldo não podem ser provadas por não serem suficientemente esclarecedoras".

Ainda segundo os procuradores, aquando da primeira queixa da ex-modelo norte-americana, esta "recusou-se a identificar" o suspeito "ou revelar onde o crime terá ocorrido". Sem estes elementos, "os detetives foram incapazes de encontrar indícios forenses vitais". Além disso, "perderam-se as provas vídeo mostrando as interações entre a vítima e o agressor antes e depois do alegado crime. A investigação criminal foi encerrada".

Entretanto, dia depois após terem caído todas as acusações contra o jogador, a família de Kathryn Mayorga quebrou o silêncio. De acordo com o jornal Mirror, Cheryl Mayorga, mãe da jovem, referiu que “não comenta nada neste momento”, pois considera que o caso ainda não está encerrado. “Isto ainda não acabou”, frisou.

Já Dolores Aveiro mostrou-se tranquila e orgulhosa perante a decisão dos procuradores. "Cara de tranquilidade de quem sabe os filhos que tem. Feliz e abençoada terça-feira. Justiça. Família", escreveu na sua página de Instagram, na passada terça-feira, dia 23.

Leia AQUI o artigo na íntegra