Mundo

Ex-membro de banda sul-coreana é encontrada morta aos 25 anos

YONHAP

A cantora de K-pop esteve envolvida no chamado escândalo "sem sutiã".

O gerente da cantora de K-pop Sulli encontrou a artista morta dentro de casa perto de Seul, na Coreia do Sul, de acordo com a BBC.

A artista, cujo nome verdadeiro é Choi Jin-ri, suspendeu o seu trabalho de cantora e muitos acreditam que tenha sido porque Sulli lutava contra os insultos que sofria online, através das redes sociais. A polícia coloca a hipótese de Sulli ter cometido suicídio.

A cantora de K-pop - estilo de música pop coreana - era conhecida por várias controvérsias e esteve envolvida no chamado escândalo "sem sutiã", onde mostrou os seus mamilos em várias ocasiões.

As primeiras fotos apareceram na sua conta do Instagram em maio de 2016 e a artista foi bastante criticada pelo público nas redes sociais.

No mês passado, Sulli mostrou os seios por acidente durante uma transmissão ao vivo no Instagram - o que causou novamente polémica na conservadora Coreia do Sul.

A estrela, que tinha mais de cinco milhões de seguidores no Instagram, era membro da banda f (x) até sair em 2015 para se concentrar na carreira de atriz.

  • “Entregues à Sorte” – Quarto episódio
    27:01