Mundo

Tropas sírias aproximam-se da fonteira com a Turquia

Reuters TV

Governo de Damasco aliou-se aos curdos da Síria para fazerem frente ao avanço das tropas turcas.

As forças do regime sírio aproximaram-se hoje da fronteira com a Turquia onde as tropas de Ancara mantêm os combates contra as milícias curdas, constatou no local o correspondente da France Presse.

Os militares de Damasco foram enviados para a periferia de Tal Tamr, a sul da cidade fronteiriça de Ras al-Ain onde decorrem combates desde a semana passada.

A mesma informação está ser noticiada pela agência oficial de Damasco, Sana, que se refere à presença de unidades militares na localidade de Tal Tamr.

No domingo, as autoridades curdo-sírias da autoproclamada Administração Autónoma do Norte e do Este da Síria anunciaram através das redes sociais que existe um acordo com o governo de Damasco para "impedir a agressão" contra o país por parte da Turquia.

Damasco não reconhece a administração autónoma da região, mas a nota divulgada no domingo refere que as tropas governamentais vão apoiar as Forças da Síria Democrática (FSD) nas zonas conquistadas pelas forças de Ancara, nomeadamente as cidades de Rasa l-Ain e Tal-Abiad.

Os meios de comunicação social de Damasco estão a difundir desde domingo comunicados sobre a mobilização militar contra a intervenção da Turquia.

Hoje, o Ministério da Defesa do governo de Ancara indicou que, desde o início da operação ("Primavera de Paz"), foram abatidos 550 membros das milícias curdas das Unidades de Proteção Popular (YPG).

Num comunicado anterior o Ministério da Defesa turco indicava que o Exército progrediu até ao momento 30 a 35 quilómetros em território sírio tendo bloqueado a estratégica M4, uma estrada que liga as cidades de Manbech e Kobane, fundamental para o abastecimento das forças curdas.

Lusa

  • A Justiça do Castigo
    26:54
  • Os 50 anos de carreira de José Mário Branco
    4:56