Mundo

ONU estende por mais um ano missão de paz em Darfur

Mohamed Nureldin Abdallah

Conselho de Segurança atendeu a um pedido do novo Governo de transição.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) aprovou na quinta-feira, por unanimidade, uma resolução que estende por um ano a sua missão de manutenção de paz na região de Darfur, no Sudão (UNAMID).

Após a votação, o vice-embaixador britânico, Jonathan Allen, disse que a resolução atende a um pedido do novo Governo de transição “para evitar qualquer insegurança em Darfur”.

No entanto, o Conselho tem esperança de que o novo Governo de transição liderado por civis possa restaurar a paz e que as forças militares possam finalmente ser substituídas.

A resolução pede ao secretário-geral da ONU, António Guterres, que apresente um relatório ao Conselho até 31 de janeiro, avaliando a situação no terreno e o estado do processo de paz.

No final de junho, o Conselho de Segurança já votara por unanimidade uma resolução para travar a retirada da missão conjunta ONU-União Africana, conhecida como UNAMID, até 31 de outubro deste ano.

Mas ambos recomendaram a prorrogação do mandato até 31 de outubro de 2020, algo que o Conselho aprovou esta quinta-feira.

A Missão das Nações Unidas e da União Africana está presente em Darfur desde 2007 e conta com até 16.000 soldados de manutenção da paz.

As organizações não-governamentais Amnistia Internacional e Human Rights Watch apelaram à ONU para não retirar a sua missão da paz no Sudão, num contexto de maior repressão.

O Darfur é palco desde 2003 de conflitos entre forças sudanesas e rebeldes de minorias étnicas que se dizem "marginalizados pelo governo central".

Segundo as Nações Unidas, o conflito em Darfur deixou cerca de 300.000 mortos e mais de 2,5 milhões de deslocados.

Lusa