Mundo

Lula da Silva diz que resistiu à "safadeza" do "lado podre" da Justiça brasileira

Lula da Silva diz que resistiu à "safadeza" do "lado podre" da Justiça brasileira

As primeiras palavras do ex-Presidente do Brasil depois de sair da prisão.

O ex-Presidente do Brasil Lula da Silva disse esta sexta-feira que resistiu, durante 580 dias de prisão, à "safadeza" que, disse, o "lado podre" do Ministério Público, da Polícia e da Receita Federal fizeram para "criminalizar a esquerda brasileira".

  • “Falso testemunho”: o quarto episódio do “Vidas Suspensas”
    29:04