Mundo

Dinossauros com "penas fofas" viveram no Polo Sul

Mary Altaffer

Mostram novas descobertas.

Novas descobertas evidenciam que existiam dinossauros com penas em climas extremos como o Polo Sul, de acordo com um estudo publicado esta semana pela revista Gondwana Research.

Há cerca de 100 mil anos, o Polo Sul abrigava pinguins, baleias e dinossauros com penas “fofas”, segundo a CNN.

"A descoberta de 'proto-penas', em Koonwarra, sugere que os ‘casacos’ de penas macios podem ter ajudado os pequenos dinossauros a aquecerem-se em antigos habitats polares", disse Martin Kundrat, da Universidade Pavol Jozef Safarik, da Eslováquia, um dos autores do estudo.

Muito parecido com o modo como as penas dos pássaros hoje em dia são, frequentemente coloridas ou estampadas, essas penas de dinossauros antigas também eram provavelmente estampadas, lê-se num comunicado enviado à imprensa.

Os cientistas encontraram traços de células que contêm pigmentos coloridos nas penas fossilizadas, mas acreditam que eram de cor escura - talvez para ajudar os dinossauros com a camuflagem, com a comunicação entre si ou para absorver mais calor nas baixas temperaturas polares.

"Essas penas fósseis australianas são altamente significativas, porque vieram de dinossauros e pequenos pássaros que viviam num ambiente sazonalmente muito frio, com meses de escuridão polar a cada ano", explicou Benjamin Kear da Universidade de Uppsala.

  • Ministra reitera que grandes obras nos centros de saúde estão garantidas
    2:13