Mundo

Israel interceta quatro foguetes lançados a partir da vizinha Síria

Omar Sanadiki/ Reuters

Em Damasco, a imprensa estatal deu conta de explosões, mas não forneceu pormenores.

Israel anunciou hoje ter intercetado quatro foguetes lançados a partir da vizinha Síria, enquanto a imprensa estatal síria noticiou que foram ouvidas explosões perto do aeroporto de Damasco.

"Depois de terem soado os alarmes nas aldeias israelitas nos montes Golã (...) quatro disparos provenientes da Síria foram intercetados pelo sistema de defesa antiaéreo israelita. Nenhum atingiu alvos em Israel", disseram as forças armadas.

Cerca de 450 foguetes, de acordo com o exército israelita, foram disparados na semana passada da Faixa de Gaza para Israel, após uma operação militar contra um comandante local do grupo extremista Jihad Islâmica, mas nenhum a partir da Síria.

Pouco depois do ataque contra Baha Abu al-Atta, outro líder da Jihad Islâmica palestiniana, Akram al-Ajouri, foi morto no apartamento de Damasco, num ataque que também matou o filho.

A Jihad Islâmica acusou Israel de estar na origem deste ataque em Damasco, mas o exército israelita escusou-se a comentar.

Depois da operação contra o comandante da Jihad Islâmica em Gaza, e após os primeiros ataques de retaliação, o exército israelita bombardeou locais suspeitos daquele grupo no enclave palestino, onde residem dois milhões de pessoas.

Pelo menos 34 pessoas morreram e 100 ficaram feridas, de acordo com a agência de notícias France-Presse.

Na quinta-feira, após 50 horas de confronto, foi alcançado um cessar-fogo, que foi entretanto quebrado.

Lusa

  • "Ele deu-me um soco! É uma vergonha": treinador do Belenenses SAD admite que foi agredido
    0:36