Mundo

Pelo menos cinco mortos em erupção de vulcão na Nova Zelândia

As autoridades dão ainda conta de vários desaparecidos.

Última atualização às 10h20

Pelo menos cinco pessoas morreram e várias ficaram feridas, algumas com gravidade, na erupção de um vulcão na ilha de Whakaari, a cerca de 50 quilómetros da costa este da Ilha do Norte da Nova Zelândia. O Governo neozelandês diz que há vários desaparecidos, mas não avança um número concreto.

De acordo com a BBC, cerca de meia centena de turistas estavam perto do vulcão, numa ilha desabitada, à hora em que entrou em erupção.

Passava pouco das 14h00, hora local (1h00 em Lisboa), quando da cratera do White Island surgiu uma nuvem de cinzas com mais de 3.600 metros de altura.

Vídeos da erupção do vulcão foram partilhados nas redes sociais.

"É uma situação que está a evoluir e, é claro, todos os nossos pensamentos estão com as pessoas envolvidas", disse a primeira-ministra neo-zelandesa Jacinda Ardern em Wellington, logo após a erupção.

Pelo menos 20 pessoas ficaram feridas, algumas das quais com gravidade, informaram os serviços de emergência, citados por órgãos de comunicação social neozelandeses.

A agência neozelandesa GeoNet, que monitoriza a atividade vulcânica e sismolágica no país, indicou ter ocorrido uma erupção vulcânica moderada e alertou para possíveis novas erupções ou sismos.

Número indeterminado de desaparecidos

As equipas de emergência, apoiadas por sete helicópteros, foram destacadas para o terreno para retirar as pessoas afetadas, algumas das quais estavam perto da cratera minutos antes da erupção, de acordo com imagens de uma câmara de rastreamento instalada na zona.

As autoridades estabeleceram um perímetro de segurança ao redor da ilha e cancelaram imediatamente todas as excursões, incluindo as de barcos turísticos.

Com Lusa