Mundo

Umaro Sissoco Embaló demite primeiro-ministro guineense Aristides Gomes

ANTÓNIO AMARAL

Num decreto presidencial, divulgado à comunicação social, é referido que "é exonerado o primeiro-ministro, Sr. Aristides Gomes".

Umaro Sissoco Embaló, candidato às presidenciais dado como vencedor pela Comissão Nacional de Eleições da Guiné- Bissau, e que quinta-feira tomou posse simbolicamente como Presidente do país, demitiu hoje o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes.

Num decreto presidencial, divulgado à comunicação social, é referido que "é exonerado o primeiro-ministro, Sr. Aristides Gomes".

O decreto, assinado por Umaro Sissoco Embaló, refere que a demissão de Aristides Gomes se justifica, tendo em conta a sua "atuação grave e inapropriada" por convocar o corpo diplomático presente no país, induzindo-o a não comparecer na tomada de posse e a "apelar à guerra e sublevação em caso da investidura do chefe de Estado, que considera um golpe de Estado".

  • Terceiro período do ensino básico à distância. Exames do secundário adiados

    Coronavírus

    O terceiro período do ano letivo no ensino básico arranca no próximo dia 14, mas sem atividades letivas presenciais e com apoio de transmissões televisivas. Os exames nacionais do 11.º e 12.º anos foram adiados e o ano letivo pode estender-se até 26 de junho. Portugal regista 409 mortes e 13.956 infetados pelo novo coronavírus. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia da Covid-19.

    Direto

    SIC Notícias