Mundo

Caçador angolano mata idosa ao confundi-la com um veado

Tinha 70 anos.

Um caçador matou a tiro uma idosa, de 70 anos, no município de Caungula, província angolana da Lunda Norte, ao supostamente confundi-la com um veado, informou esta segunda-feira a polícia local.

Segundo uma nota da polícia, o incidente ocorreu na margem do rio Pôro, a 20 quilómetros da sede municipal de Caungula, quando o suspeito, de 29 anos, praticava caça furtiva.

"Ao aperceber-se que se encontrava diante de um veado, o jovem terá atirado e provocado a morte imediata da idosa que, na sequência, viria a perceber que se tratava de uma pessoa e não de um veado", refere a polícia.

O homem já se encontra detido e será presente ao Ministério Público.

  • 2:34