Mundo

Elefanta morre na Índia depois de comer fruta com foguetes

Baz Ratner

O incidente chocou o país e o ministro indiano do Ambiente já reagiu.

As autoridades indianas estão a investigar a morte de uma elefanta prenha, por suspeitas de ter sido ferida mortalmente depois de comer fruta com foguetes lá dentro e que acabaram por explodir na boca do animal.

A elefanta morreu no final de maio, quatro dias depois de ter sido encontrada ferida, em Kerala, no sul da Índia.

No relatório feito após a morte, foi possível perceber que houve "uma explosão na boca" do animal. De acordo com a CNN, as autoridades locais que estão a investigar o caso ainda não identificaram os suspeitos, nem o que causou a explosão.

Surendra Kumar, da entidade local de proteção da vida selvagem, explicou que os locais deixam por vezes ananases e outras frutas com foguetes lá dentro para afastar os javalis selvagens. Esta explicação pode estar na origem da morte do animal.

"A explosão partiu os ossos e causou grandes danos na boca. O animal não conseguia comer, ficou debilitado e acabou por morrer", explicou o oficial, citado pela CNN.

As autoridades encontraram a elefanta a 23 de maio, mas pouco conseguiram fazer, pois o animal fugiu para um rio. Dentro de água, seria impossível administrar o tratamento necessário e, mesmo com a ajuda de dois elefantes, não a conseguiram tirar da água, onde ficou até morrer.

O incidente chocou o país e o ministro indiano do Ambiente já reagiu, dizendo que o Governo está a "levar muito a sério" a investigação. "Vamos investigar devidamente e encontrar os culpados. Alimentar animais com foguetes e matá-los não faz parte da cultura indiana."

  • 34:18