Mundo

Incêndios aumentam significativamente na Amazónia

Domingos Ferreira

Editor de Imagem

Há mais de uma década que não havia um mês de junho com tantos focos de incêndio ativos na Amazónia, como este ano.

Em apenas um mês a Amazónia teve mais de 2.200 focos de incêndio ativos, um número que não era ultrapassado há 13 anos. Os especialistas dizem que a culpa é das políticas ambientais de Bolsonaro que pouco fazem para travar a desflorestação.

A floresta tropical, na Amazónia, é essencial para conter os efeitos das alterações climáticas.

O pulmão do planeta está a ser destruído aos poucos e isso poderá ter efeitos irreversíveis.