Mundo

Médica diz que líder da oposição russa foi envenenado

Rui Rocha

Rui Rocha

Editor de Imagem

Avião-ambulância alemão vai buscar o principal opositor do presidente da Rússia.

A médica do principal opositor do presidente da Rússia diz que Alexei Navalny foi envenenado.

Está neste momento em coma e um avião-ambulância alemão vai à Rússia para ir buscar o principal opositor de Vladimir Putin. Numa mensagem oficial, o Kremlim desejou as melhoras a Alexei Navalny.

A Amnistia Internacional já exigiu a Moscovo uma investigação completa.

Opositor já sofreu outros ataques no passado

Navalny, de 44 anos, é um acérrimo crítico do Presidente Vladimir Putin e do Governo de Mosvoco. Em junho, descreveu uma votação sobre as reformas constitucionais como um "golpe" e uma "violação da constituição".

Principal opositor a Vladimir Putin, o advogado cujas publicações anticorrupção são amplamente compartilhadas nas redes sociais, já sofreu ataques no passado.

Em 2019, Navalny foi levado da prisão para um hospital, onde cumpria pena após uma prisão administrativa, com o que a sua equipa disse ser suspeita de envenenamento. Na altura os médicos disseram que ele teve um grave ataque alérgico e mandaram-no de volta para a prisão no dia seguinte. Em 2017, foi pulverizado nos olhos com um desinfetante no momento em que deixava o escritório.

Navalny, os apoiantes e famílias são regularmente submetidos a prisões, revistas e pressão policial por toda a Rússia.

  • 21:07