Mundo

Na luta pelos votos, as críticas de Trump voltam-se agora para a empresa de pneus Goodyear

Esta quinta-feira, Donald Trump esteve especialmente ativo no Twitter, onde criticou Joe Biden e os principais envolvidos na campanha presidencial Democrata.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reagiu às críticas que lhe foram proferidas durante a convenção democrata, na noite desta quarta-feira.

Para além das mensagens partilhadas na sua conta do Twitter, onde questionou o apoio de Kamala Harris a Joe Biden, nas quais repetiu que, enquanto ainda estava na corrida à Casa Branca, a agora candidata a vice-presidente criticou Biden e chamou-o de incompetente.

Trump também atacou Barack Obama, acusou o ex-Presidente norte-americano de espiar a sua campanha, e de não ter feito "um bom trabalho", tendo esse sido o motivo para ser o atual Presidente dos EUA.

Na luta pelos votos, Trump criticou ainda a empresa de pneus Goodyear por proibir os empregados de usar os bonés da sua campanha presidencial.

"Há algo de errado com a direção da Goodyear. E é isto que a extrema-esquerda faz: torna impossíveis as pessoas terem os seus negócios", diz Donald Trump.

Donald Trump vai quebrar a tradição de respeito pela campanha rival. E faz questão de discursar na noite desta quinta-feira na terra natal de Joe Biden. Diz que vai falar dos 50 anos de incompetência política do adversário democrata.