Mundo

Eurodeputado demite-se após participar em festa de sexo interrompida pela polícia

Bernadett Szabo

József Szájer pediu desculpa pelo que considera ser uma irresponsabilidade e um erro isolado.

O eurodeputado húngaro József Szájer demitiu-se depois de ser apanhado numa festa ilegal de sexo, em Bruxelas.

No evento, que decorria num bar gay, participavam 25 pessoas, entre elas vários diplomatas.

Antes de chegar ao Parlamento Europeu, József Szájer foi autor do artigo da Constituição da Hungria que proíbe o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Pertence ao partido de extrema-direita do Presidente húngaro, Viktor Orbán.

O ex-eurodeputado já pediu desculpa pelo que considera ser uma irresponsabilidade e um erro isolado.

A Bélgica está em confinamento e só é permitido sair de casa em casos muito específicos.