Mundo

Cientista de 15 anos é primeira "Criança do Ano" da revista Time

TIME

Conheça os feitos que valeram a Gitanjali Rao o título.

A revista norte-americana Time nomeou uma cientista e inventora de 15 anos como a primeira "Criança do Ano", título que Gitanjali Rao pretende usar para inspirar outras pessoas a terem ideias que "resolvam problemas do mundo".

A adolescente inventou tecnologias como um dispositivo que consegue identificar chumbo em água potável e uma aplicação para telemóveis que deteta 'cyberbullying' (ameaças ou intimidação através da Internet) e foi escolhida entre mais de 5.000 crianças norte-americanas indicadas para o título histórico.

"Se eu consegui, qualquer um consegue", afirmou numa entrevista publicada pela revista Time e hoje citada pela BBC, na qual a adolescente admite que não se parece nada com "uma típica cientista".

Na entrevista, a jovem considera que há muitos problemas que precisam ser resolvidos, mas garantiu que, agora, o seu objetivo já não passa apenas por tentar encontrar soluções.

"Já não quero só criar dispositivos que resolvam os problemas do mundo, mas inspirar outros a fazerem o mesmo. Porque, por experiência pessoal, não é fácil fazer alguma coisa quando não se conhece mais ninguém parecido connosco".

Proveniente do estado norte-americano do Colorado, Gitanjali Rao alertou para os desafios que a sua geração enfrenta, combatendo, ao mesmo tempo, novos e velhos problemas.

"A nossa geração enfrenta muitas questões que nunca tinham sido postas. Mas, ao mesmo tempo, enfrentamos velhos problemas que ainda existem", disse à Time.

"Estamos no meio de uma nova pandemia global, mas também estamos a enfrentar questões de direitos humanos. Existem problemas que não criámos, mas que agora temos de resolver, como as mudanças climáticas e o 'cyberbullying', que surgiu com a introdução da tecnologia", afirmou.

A nomeação da Time é apenas o mais recente prémio de Rao, que foi anteriormente considerada como "a melhor jovem cientista da América" por inventar um teste rápido e de baixo custo para detetar água contaminada com chumbo.

A revista Time começou a nomear o Homem do Ano em 1927, tendo mais tarde atualizado o prémio para Personalidade do Ano.

No ano passado, Greta Thunberg, a estudante sueca que inspirou um movimento global de luta contra as mudanças climáticas, tornou-se a pessoa mais jovem a ser escolhida pela revista.

Segundo a Time, a introdução do novo título -- "Criança do Ano" -- visa tornar-se um "barómetro dos líderes em ascensão na geração mais jovem da América".

A revista deve anunciar a Personalidade do Ano 2020 na próxima semana.

  • 2:33