Mundo

França deteta novo surto de gripe das aves

Sukree Sukplang

Terceiro surto no país em três meses.

O Governo francês confirma um grave surto de gripe das aves numa quinta.

O Ministério da Agricultura e Alimentação confirmou esta terça-feira que a gripe das aves H5N8 foi identificada numa quinta no sudoeste do país. O surto foi detetado pela primeira vez na segunda-feira. No entanto, ainda não era certo de que vírus se tratava.

É o terceiro surto de gripe das aves em França no último mês. Em novembro, foram detetados dois focos de gripe das aves em França. Um deles, numa loja de animais na região de Paris. Três dias antes foi identificado um primeiro surto na região de Córsega, segundo o Ministério da Agricultura e Alimentação.

Gripe das aves na Europa

A gripe das aves está a alastrar pela Europa, o que coloca a indústria em alerta, depois de surtos anteriores que levaram ao abate de dezenas de milhões de aves. No último mês foram detetados surtos, por exemplo, na Rússia, no Cazaquistão e no Reino Unido.

No Reino Unido, o Governo anunciou o abate de mais de 10 mil perus, no final de novembro, devido a um surto de gripe aviária detetado numa quinta na cidade de Yorshire, no norte do país.

Segundo a diretora veterinária do Reino Unido, Christine Middlemiss, citada pela agência France Presse, as autoridades tomaram "medidas imediatas", para evitar a propagação. A responsável explicou que foi criada uma zona de controlo em torno da quinta.

Vários surtos de gripe aviária foram detetados ao longo do mês de novembro, em várias regiões do Reino Unido.

Depois da Rússia e do Cazaquistão, também os Países Baixos, a Bélgica, a Irlanda e a Dinamarca foram particularmente afetados por este vírus, que é transmitido por aves migratórias. As autoridades dos Países Baixos ordenaram o abate de 215 mil galinhas, depois de diagnosticados vários casos da doença.

A doença não é considerada perigosa para os seres humanos, razão pela qual o consumo de carne destes animais não é desaconselhado.

  • Covid-19: os números da vacinação em Portugal e no Mundo

    Vacinar Portugal

    Já foram aplicadas mais de 1 milhão de doses de vacina em Portugal e o destino da maioria foi para pessoas com mais de 80 anos. O ritmo médio semanal dos últimos dias abrandou ligeiramente. Portugal é agora o 8.º país da União Europeia com mais doses administradas (14.ª se considerarmos os Estados-membros com mais vacinas completas). Veja os gráficos interativos do maior e mais rápido processo de vacinação mundial (pelo menos 101 países já o iniciaram)

    Bruno Castro Ferreira e Sofia Miguel Rosa