Mundo

Filho de Joe Biden alvo de investigação federal

Jim Bourg

Em causa estão alegadas irregularidades fiscais.

O filho de Joe Biden, Hunter Biden, revelou esta quarta-feira que está a ser alvo de uma investigação federal por alegadas irregularidades fiscais que prontamente negou. A investigação foi revelada a poucos dias de Biden ser oficializado como Presidente dos Estados Unidos pelo Colégio Eleitoral.

Em comunicado, o filho do Presidente eleito revelou-se confiante, acreditando que a investigação demonstrará que lidou com os seus negócios de maneira legal.

Na tarde desta quarta-feira a CNN informou que a investigação estará a “examinar várias questões financeiras, incluindo se Hunter Biden e associados violaram as leis fiscais e de lavagem de dinheiro em negociações comerciais em países estrangeiros, principalmente na China”.

Em outubro, o New York Times divulgou a apreensão, pelo FBI, de um computador e de um disco rígido de Hunter Biden, depois do proprietário de uma loja de computadores em Wilmington, Delaware, ter notificado as autoridades federais de que estava na posse desses objetos. O dono dessa loja terá também fornecido uma cópia dos conteúdos do disco rígido a Rudy Giuliani, advogado de Donald Trump, e ao jornal The Post.

A equipa do Presidente eleito garantiu já que Biden está “extremamente orgulhoso do seu filho, que venceu desafios difíceis, incluindo ataques pessoais cruéis nos últimos meses, tendo emergido ainda mais forte”.

Não há, para já, mais dados sobre a investigação.