Mundo

Madrid pede ajuda ao Governo central para responder à tempestade de neve

BALLESTEROS

A tempestade de neve que na sexta-feira atingiu a Espanha causou o caos no país.

O presidente da Câmara de Madrid pediu ao Governo central "recursos humanos e materiais" para responder à tempestade de neve, que pode deixar a cidade numa situação "muito complicada" na próxima semana devido à esperada "queda drástica" das temperaturas.

"É essencial que o Governo da nação nos ajude neste momento", disse José Luis Martínez-Almeida, numa conferência de imprensa 'online', após conversas telefónicas com o ministro do Interior, Fernando Grande-Marlaska, e a ministra da Defesa, Margarita Robles, para solicitar esta ajuda.

O autarca pediu também à comunidade de Madrid que proporcione à Câmara Municipal "meios suficientes" para enfrentar a tempestade, após a acumulação de neve ter sido três vezes maior do que a esperada, atingindo uma espessura entre 50 e 60 centímetros na capital.

Nevões em Madrid condicionam população

A tempestade de neve que na sexta-feira atingiu a Espanha causou o caos no país, deixando centenas de automobilistas bloqueados, o Aeroporto de Madrid encerrado e um país paralisado.

Este nevão, o pior em 50 anos em Espanha, e que não diminuiu durante a noite de sexta-feira para hoje, colocou na manhã de hoje cinco regiões do centro do país em alerta vermelho.

  • 2:34