Mundo

Navalny, a principal referência da oposição a Vladimir Putin, foi transferido para a enfermaria da prisão

A notícia da transferência para a enfermaria de Alexey Navalny foi conhecida no dia em que o Presidente russo promulgou legislação que lhe permite candidatar-se a mais dois mandatos.

Esta terça-feira, a oposição ao Presidente quase eterno sofreu mais um revés com o internamento de Alexey Navalny.

O político, detido a 11 de março, e em greve de fome desde o início de abril, terá sintomas de uma infeção respiratória.

Alexey Navalny anunciou entretanto que, apesar do estado de saúde, vai prosseguir a greve de fome em protesto contra as condições de detenção.

Uma notícia conhecida no dia em que Vladimir Putin promulgou legislação que lhe permite candidatar-se a mais dois mandatos.

O ex-oficial dos serviços secretos soviéticos e russos, chegou ao poder em 1999, quando foi escolhido para primeiro-ministro. No ano seguinte, sucedia a Boris Yeltsin na presidência. Mais de duas décadas depois e com quase 70 anos, o Presidente russo abre caminho à possibilidade de ficar no poder até 2036.