Mundo

Pelo menos oito mortos em tiroteio na cidade norte-americana de Indianápolis

USA TODAY NETWORK via Reuters

O atirador, um homem armado que terá entrado a disparar no edifício de uma empresa de distribuição, também morreu.

Pelo menos oito pessoas morreram na sequência de um tiroteio na quinta-feira à noite num armazém da FedEx perto do aeroporto de Indianápolis, nos EUA, informou a porta-voz do Departamento de Polícia Metropolitana de Indianápolis, Genae Cook.

A polícia acredita que o atirador, um homem armado que terá entrado a disparar no edifício da empresa de distribuição, terá tirado a própria vida após o ataque. E diz que neste momento provavelmente já não existe "nenhuma ameaça ativa para a comunidade".

As autoridades avançam que para além dos oito mortos, várias pessoas foram encaminhadas para o hospital, uma delas em estado crítico, avançou a porta-voz da polícia. No entanto, ainda não existem números oficiais sobre o número de feridos.

"Temos várias pessoas com ferimentos de bala", disse aos jornalistas a porta-voz da polícia de Indianápolis, Genae Cook, acrescentando que que várias foram transportadas para hospitais.

O incidente ocorreu pouco depois das 23:00 (3:00 de sexta-feira em Lisboa) num armazém onde trabalham 4.500 pessoas.

A polícia está a apelar que qualquer pessoa que tenha estado no local e possa ter informações que entre em contacto com o comando metropolitano de Indianápolis.

A empresa FedEx, onde ocorreu o ataque, através de um comunicado enviado à CNN, disse estar ciente do "trágico tiroteio" nas instalações de Indianápolis: "A segurança é nossa maior prioridade e os nossos pensamentos estão com todos aqueles que foram afetados. Estamos a trabalhar para reunir mais informações e a cooperar com as autoridades".